website free tracking

O velho tarado que me fez gozar gostoso

Eu sempre fui uma mulher muito independente e sempre soube o que queria na vida. Não tinha tempo para relacionamentos complicados, mas também não podia negar que adorava uma boa dose de prazer. Por isso, sempre me permiti ter encontros casuais e explorar minha sexualidade sem amarras.

Certa noite, eu estava em um bar com minhas amigas, dançando e bebendo, quando meus olhos cruzaram com os de um homem mais velho. Ele tinha um olhar penetrante e um sorriso malicioso que me deixou intrigada. Não pude resistir e logo me aproximei dele.

Com uma voz rouca e experiente, ele me disse que seu nome era João e que estava ali para curtir a noite e se divertir. Sem pensar duas vezes, aceitei o convite dele para irmos para um lugar mais tranquilo.

O convite para o prazer

No caminho para o motel, nossas mãos se encontravam e nossos olhares se devoravam. Eu sentia um frio na barriga e uma excitação que tomava conta de mim. João tinha um jeito dominante que me deixava ainda mais excitada.

Chegando no quarto, ele me pegou pela cintura e me beijou com tanta intensidade que me deixou sem ar. Sua língua explorava cada canto da minha boca enquanto suas mãos deslizavam pelo meu corpo.

Ele me jogou na cama e começou a me beijar e morder meu pescoço, descendo até meus seios. Enquanto ele sugava meus mamilos e os mordiscava, eu gemia e me contorcia de prazer.

O sexo intenso e prazeroso

João não perdeu tempo e tirou minha roupa com pressa, revelando minha bucetinha molhada e pronta para ser devorada. Ele desceu sua boca até lá e começou a chupar e lamber meu clitóris com maestria. Eu gemia alto e apertava os lençóis, sentindo meu corpo se contorcer em um delicioso orgasmo.

Eu queria retribuir o prazer que ele havia me dado, então me ajoelhei na cama e comecei a chupar o pau do João. Ele gemia e segurava meus cabelos, me guiando com suas mãos fortes. Eu o chupava com vontade, sentindo seu pau pulsar em minha boca.

O velho tarado que me levou à loucura

Depois de alguns minutos de um boquete delicioso, João me puxou para cima dele e me penetrou com força. Eu gritava de prazer e ele me pedia para rebolar em seu pau. Ele segurava minha bunda e me fazia cavalgar em seu colo, enquanto eu gemia e gozava diversas vezes.

A cada estocada, eu me entregava mais e mais ao prazer que aquele velho tarado me proporcionava. Seu pau era grande e grosso, me preenchendo por completo e me levando à loucura.

O gozo intenso e a gozada quente

João me virou de quatro e começou a bombar com força em minha bucetinha, me deixando completamente entregue e submissa a ele. Eu gemia e pedia mais, enquanto ele me dava tapas na bunda e me chamava de sua putinha.

Com um gemido alto, ele anunciou que ia gozar e eu senti seu pau pulsar dentro de mim, me levando junto a ele em um gozo intenso e delicioso. Eu senti sua gozada quente e abundante dentro de mim, me deixando ainda mais excitada.

O velho tarado que me fez gozar mais uma vez

Depois de nos recuperarmos, João me pegou no colo e me levou até o chuveiro, onde nos banhamos juntos e nos beijamos com paixão. Já sob as águas quentes, ele me penetrou novamente, me levando a mais um orgasmo intenso e prazeroso.

Nos jogamos na cama novamente e João me fez gozar mais uma vez, me levando ao limite do prazer. Só então nos deitamos exaustos e satisfeitos, nos abraçando e trocando olhares cúmplices.

O adeus e a lembrança desse encontro ardente

Depois desse encontro, nunca mais nos vimos, mas ficou a lembrança de uma noite incrível de prazer com um velho tarado que soube me levar ao delírio. Eu não tinha dúvidas de que ele era um mestre na arte do sexo e que eu não me arrependeria de ter aceitado seu convite.

Mesmo que esse encontro tenha sido apenas uma aventura sem compromisso, sempre que me lembro do João, sinto uma pontinha de saudade e um desejo ardente de reviver aquela noite de paixão. E quem sabe, talvez um dia eu o encontre novamente e possamos nos deliciar juntos mais uma vez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima