website free tracking

Comi o cu do gay e gozei como nunca

Eu sempre gostei de experimentar coisas novas e diferentes na cama. Então, quando meu amigo gay me convidou para uma festinha em sua casa, eu não hesitei em aceitar. Ele sempre me contava sobre suas aventuras sexuais e eu ficava excitado só de imaginar. Mas nunca pensei que teria a chance de participar de uma delas.

Cheguei à casa dele e fui recebido com um sorriso safado e um olhar provocante. Ele estava usando uma camisa apertada que destacava seus músculos definidos e uma calça jeans que marcava bem sua bunda gostosa. Fui apresentado aos outros convidados, que também eram homens gays, e logo percebi que eu era o único hétero ali.

A festa estava animada, com música alta e bebidas à vontade. Comecei a me soltar e a conversar com alguns dos caras, que eram muito simpáticos e engraçados. Meu amigo se aproximou de mim e me ofereceu uma bebida mais forte. Aceitei e logo senti meu corpo ficar mais relaxado e excitado.

Enquanto dançava na sala, senti uma mão tocando minha bunda por trás. Me virei e vi que era meu amigo, com um sorriso malicioso nos lábios. Ele me puxou para um canto mais escuro e sussurrou no meu ouvido que queria me mostrar algo no seu quarto. Deixei me levar pela curiosidade e o segui.

Chegamos ao seu quarto e ele trancou a porta atrás de nós. Ele se aproximou de mim e me beijou com intensidade, suas mãos percorriam meu corpo e eu sentia sua ereção pressionada contra minha coxa. Eu nunca tinha beijado outro homem, mas aquela sensação era deliciosa e eu queria mais.

Comi o cu do gay e gozei como nunca

Fui empurrado para cama e ele começou a tirar minha roupa, enquanto eu fazia o mesmo com a dele. Seu corpo era incrível, com músculos definidos e uma pele macia. Ele me jogou na cama e começou a chupar meu pau com vontade, me levando à loucura com sua boca quente e habilidosa.

Minha mente estava confusa, mas meu corpo estava em chamas. Eu gemia e me contorcia sob seus toques, até que ele parou e disse que queria me mostrar algo ainda melhor. Ele se levantou e se posicionou de quatro na minha frente, piscando seu cuzinho para mim e dizendo que queria que eu o comesse.

Eu nunca tinha feito sexo anal antes, mas a cena era tão excitante que eu não consegui resistir. Peguei o lubrificante que ele tinha na cabeceira da cama e comecei a prepará-lo, massageando seu cuzinho com meus dedos. Ele gemia e rebolava, me deixando ainda mais animado.

Quando senti que ele estava pronto, posicionei meu pau na entrada do seu cu e comecei a penetrá-lo devagar. Ele gritou de dor e prazer, mas eu continuei até estar completamente dentro dele. Comecei a me mover em um ritmo lento e ele logo se acostumou com meu pau dentro dele.

Enquanto eu o comia, ele se masturbava e eu podia sentir suas contrações apertando meu pau. Aquilo era tão gostoso que eu não pude resistir e gozei como nunca havia gozado antes. Ele também gozou, espalhando seu líquido quente pelo lençol.

Ficamos deitados na cama, ofegantes e suados, enquanto nos recuperávamos do orgasmo intenso. Ele me abraçou e me beijou, agradecendo por ter realizado sua fantasia. Eu também agradeci, pois tinha sido uma experiência incrível e prazerosa para mim.

Passamos a noite juntos, experimentando diversas posições e descobrindo novas formas de prazer. Eu não poderia imaginar que transar com um homem poderia ser tão bom. E, desde então, tenho frequentado mais festinhas gays, sempre em busca de novas aventuras e sensações.

Comi o cu do gay e gozei como nunca. Foi uma experiência que me fez descobrir um lado da minha sexualidade que eu não conhecia e me mostrou que o prazer não tem gênero. O importante é se permitir experimentar e se entregar ao momento, sem preconceitos ou julgamentos. E eu não poderia estar mais satisfeito com essa descoberta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima