A Primeira vez da minha esposa na Casa de Swing

Eu e minha esposa tínhamos discutido a hipótese daquilo por meses. Após muita conversa, ela finalmente aceitou o convite para me acompanhar na casa de swing naquela noite. Eu estava animadíssimo, pois, aquela seria a primeira vez da minha esposa na casa de swing.

Eu queria que tudo fosse perfeito, então, antes de sairmos, demos um banho juntos, deixando nosso corpo ainda mais quente. Ela vestiu uma lingerie preta sensual, a qual eu tinha preparado. Ficamos nos olhando de frente a frente, cada vez mais excitados.

Nos despedimos de casa e fomos para o carro, com uma mistura de curiosidade e emoção para aquela noite. Depois de alguns minutos, chegamos à casa de swing, com uma longa fila de carros.

Seguimos pelos corredores, observando as pessoas. Muitos casais, homens e mulheres solteiros dançando, bebendo e se divertindo. Logo de cara, eu já me sentia mais animado.

Chegamos ao salão principal, que estava bastante animado. Meus olhos se fixaram na minha esposa, a qual se encontrava radiante, com um olhar que demonstrava alegria, medo e excitação.

Uma vez que chegamos, eu estava ansioso para começar a festa. Eu e minha esposa nos sentamos na área de sofás, perto de outro casal. Conversamos sobre quaisquer assuntos, enquanto bebíamos algumas taças de champanhe.

Após algum tempo, eu e minha esposa decidimos explorar um pouco mais a casa de swing. Fomos à pista de dança, onde muitas pessoas estavam dançando, beijando e trocando olhares. Não demorou muito até que meus olhos cruzaram com os olhos de uma mulher muito bonita, que estava sozinha.

Eu e minha esposa nos aproximamos dela, e começamos a conversar. Depois de alguns minutos, nós decidimos ir para uma das salas privadas, onde começamos a nos beijar.

Lentamente, meus dedos foram percorrendo o corpo da minha esposa. Eu sentia a excitação crescendo a cada movimento. Com minhas mãos nas costas dela, eu a puxava para perto de mim, enquanto ela gemia a cada toque. Não demorou muito até que as três estivéssemos nuas.

Fui para cima dela, meu pau pressionando sua buceta. Ela gemia, e eu não resisti. Comecei a penetra-la devagar, aumentando o ritmo ao longo dos minutos. No início, ela se arrepiou, mas, logo, seus gemidos foram ficando cada vez mais altos.

Aumentei o ritmo e, logo, a minha esposa estava perto de atingir o orgasmo. Eu sentia o corpo dela cheio de arrepios e vibrações. Seus gritos eram cada vez mais altos, e a primeira vez dela na casa de swing já estava sendo incrivelmente excitante.

Eu a virei de costas e comecei a penetrar seu cu. Ela gemia cada vez mais alto e eu sentia que ela estava prestes a atingir o ápice do prazer. Não demorou muito e ela gozou com um grito prazeroso.

Enquanto eu também gozava, a minha esposa agarrava-se em mim, completamente extasiada. Ela me abraçou forte, enquanto eu a acariciava. Foi uma experiência incrível para nós dois, e não vejo a hora de voltar à casa de swing e aproveitar aquela noite outra vez.

A Primeira vez da minha esposa na Casa de Swing
A Primeira vez da minha esposa na Casa de Swing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima