website free tracking

Sexo no show de rock

Sexo no Show de Rock

Eu sempre fui um cara louco por rock. Desde adolescente, eu já era fã de bandas como AC/DC, Guns N’ Roses e Metallica. E quando soube que uma dessas bandas iria se apresentar na minha cidade, não pude deixar de comprar um ingresso para o show. Mas o que eu não sabia é que aquele seria o show mais inesquecível da minha vida, pois acabei tendo um sexo insano no meio da multidão.

Cheguei cedo ao estádio, queria pegar um bom lugar na pista para ver de perto meus ídolos. E logo que entrei, percebi que a energia do lugar já estava diferente. Todos estavam ansiosos pela apresentação, bebendo, conversando e se divertindo. E eu, claro, não poderia ficar de fora. Comprei algumas cervejas e comecei a curtir o clima do show.

Depois de algumas bandas de abertura, finalmente chegou a hora da atração principal. As luzes se apagaram, o som alto tomou conta do estádio e a multidão começou a gritar. Eu também gritei, empolgado e pronto para curtir a noite. E então, a banda entrou no palco e eu fiquei completamente extasiado. Era como se eu estivesse sonhando acordado.

E foi nesse momento que ela apareceu. Uma garota linda, com um sorriso safado no rosto, usando uma camiseta da banda e uma minissaia preta. Ela se aproximou de mim e começamos a conversar. Descobrimos que temos muitas coisas em comum, inclusive o amor pelo rock. E enquanto conversávamos, percebi que ela também estava me olhando com desejo. A tensão sexual entre nós era palpável.

Não pude resistir e a convidei para ir mais perto do palco comigo. Ela aceitou na hora e fomos nos empurrando entre a multidão até conseguirmos um bom lugar bem na frente do palco. A banda tocava seus maiores sucessos e eu não conseguia desviar os olhos daquela mulher incrível ao meu lado. Seus cabelos loiros, seus olhos verdes e seu corpo escultural me deixavam cada vez mais excitado.

Em um momento de euforia, ela se aproximou de mim e sussurrou em meu ouvido: “Quer fazer uma coisa muito louca?”. Eu automaticamente respondi que sim, sem nem saber do que se tratava. E foi aí que ela me beijou. Um beijo intenso, cheio de desejo e tesão. As mãos dela agarraram minha nuca e as minhas foram para sua cintura, puxando-a ainda mais para mim.

Enquanto nos beijávamos, eu podia sentir o calor do seu corpo e o cheiro delicioso da sua pele. Suas mãos começaram a explorar meu corpo, apertando meus músculos e descendo para meu pau, que já estava duro como uma rocha. E então ela me olhou com um olhar safado e disse: “Quero sentir você dentro de mim agora”.

Sem pensar duas vezes, a puxei para um canto mais afastado da multidão e nos encostamos em uma parede. Ela levantou sua saia e eu puxei sua calcinha de lado, revelando uma bucetinha molhada e cheia de tesão. Posicionei meu pau na entrada da sua buceta e a penetrei com força, fazendo-a gemer alto.

Começamos a nos mover em um ritmo frenético, enquanto a música tocava e a multidão gritava ao nosso redor. Eu empurrava meu pau fundo dentro dela, sentindo as paredes apertando meu membro e ouvindo seus gemidos cada vez mais altos. Ela se segurava na minha nuca e arranhava minhas costas, enquanto eu beijava seu pescoço e morria de prazer.

Não demorou muito para que eu sentisse meu orgasmo se aproximando. Aquele cenário todo me deixava ainda mais excitado e eu sabia que gozaria rápido. E não queria que esse momento acabasse tão cedo. Então a peguei no colo e a levei para um cantinho mais afastado, onde havia uma escada de emergência.

Nos sentamos no degrau e a coloquei sentada em cima de mim, com minhas mãos apoiando suas nádegas. Eu olhava para sua bunda perfeita enquanto ela cavalgava no meu pau, rebolando e gemendo como uma verdadeira rockstar. E então, não consegui mais me segurar e gozei dentro dela, sentindo meu pau pulsar e liberando jatos de esperma quente e grosso.

Ela também chegou ao seu orgasmo logo em seguida, gozando com força e se contorcendo no meu colo. Nos olhamos com um sorriso satisfeito e nos beijamos mais uma vez, enquanto nos recuperávamos daquela transa inusitada. Combinamos de nos encontrar novamente depois do show e nos despedimos com um beijo quente e molhado.

E assim foi a minha incrível experiência de ter um sexo no show de rock. Uma experiência que jamais vou esquecer e que com certeza irei repetir sempre que tiver a oportunidade. Pois não há nada mais excitante do que unir duas paixões: rock e sexo. E foi exatamente isso que eu vivi naquela noite, um show de rock e um espetáculo de sexo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima