Sexo com homem mais velho

Meu nome é Luiza e tenho 24 anos. Sou uma jovem mulher que sempre teve uma queda por homens mais velhos. Alguns podem dizer que é por conta da experiência, outros dizem que é pela segurança que eles transmitem, mas para mim é simplesmente pela atração que esse tipo de homem exerce sobre mim.

Foi em um bar que eu conheci Eduardo, um homem de 42 anos que me deixou completamente enlouquecida. Seus cabelos grisalhos, olhar experiente e um sorriso sedutor foram o suficiente para me deixar molhada entre as pernas. Nosso primeiro encontro foi apenas um flerte, mas logo marcamos um segundo encontro já com segundas intenções.

Eu estava ansiosa para ver o que Eduardo tinha a oferecer, mas confesso que estava um pouco nervosa, afinal, eu nunca tinha ficado com um homem tão mais velho. Porém, ele foi extremamente gentil e paciente, me deixando bem à vontade. Trocamos algumas conversas e risadas, até que ele me convidou para ir até o apartamento dele.

Ao chegar lá, pude sentir o cheiro de perfume masculino que invadia o ambiente. Eduardo me serviu uma taça de vinho e começamos a nos beijar. Seus lábios eram macios e experientes, enquanto suas mãos percorriam meu corpo com um desejo voraz. Eu me entreguei completamente àquele momento, sentindo meu corpo se arrepiar a cada toque seu.

Ele me levou até o sofá e começou a explorar cada centímetro do meu corpo com suas mãos ávidas. Sua boca desceu pelo meu pescoço, deixando uma trilha de beijos molhados e me fazendo gemer baixinho. Minha bucetinha já estava encharcada e implorando por mais.

Eduardo se ajoelhou em minha frente e começou a beijar minha barriga, descendo até chegar na minha calcinha. Ele puxou o tecido com os dentes, me deixando ainda mais excitada. Sua língua quente encontrou meu clitóris e começou a movimentar-se em círculos, me fazendo gemer alto. Eu estava completamente entregue ao prazer que ele me proporcionava, e a cada chupada, eu sentia meu corpo se contorcer em busca de mais.

Não demorou muito para eu sentir meu primeiro orgasmo da noite. Gozei em sua boca, enquanto ele me olhava com um sorriso satisfeito. Mas Eduardo não estava satisfeito ainda, ele queria me dar ainda mais prazer.

Me colocou de quatro no sofá e começou a lamber minha bucetinha por trás, enquanto suas mãos massageavam minha bunda. Eu me sentia completamente dominada por ele, e meu tesão só aumentava a cada movimento de sua língua. Eu estava prestes a gozar novamente quando ele parou abruptamente.

“Ei, calma. Ainda temos muito tempo para nos divertir”, disse ele com uma voz rouca e sexy.

Ele me virou de frente para ele e me pegou no colo, me levando até seu quarto. Lá, ele me deitou na cama e começou a me beijar novamente, enquanto suas mãos tiravam minhas roupas. Quando finalmente fiquei totalmente nua, ele se afastou e tirou a própria roupa, revelando um corpo forte e másculo.

Seu pau já estava duro e pulsando de tesão, e eu me deitei na cama, pronta para ser possuída por ele. Ele veio por cima de mim e começou a me penetrar lentamente, me fazendo gemer a cada centímetro que entrava em mim. Eu podia sentir cada veia de seu pau dentro de mim, me preenchendo completamente.

Eduardo começou a movimentar-se em um ritmo lento, mas intenso. Suas estocadas eram profundas e precisas, me levando ao delírio. Eu o arranhava nas costas, enquanto ele me beijava com paixão. Eu estava completamente entregue ao prazer que ele me proporcionava, e a cada estocada, eu sentia meu corpo ficar mais próximo do orgasmo.

Ele aumentou o ritmo e começou a me foder com mais força, me fazendo gemer alto e pedir por mais. Eu não conseguia me controlar, meu corpo estava completamente dominado pelo tesão. Eu gozei mais uma vez, enquanto ele continuava a me foder com força e velocidade. Seu pau entrava e saía de mim em um ritmo frenético, me levando ao ápice do prazer.

Eduardo não aguentou por muito mais tempo e gozou dentro de mim, me enchendo com sua gozada quente e abundante. Eu caí exausta na cama, mas ainda com um sorriso nos lábios. Aquele foi, sem dúvidas, o melhor sexo da minha vida.

Passamos o resto da noite nos divertindo e explorando cada parte do corpo do outro. Eu gozei mais algumas vezes e fizemos diversas posições, sempre com muito desejo e paixão. No final, quando já estávamos cansados e saciados, nos deitamos juntos na cama e ficamos nos olhando por um tempo, sentindo o prazer que ainda pulsava em nossos corpos.

Depois daquela noite, Eduardo se tornou meu amante. Nossos encontros eram sempre quentes e intensos, e eu não conseguia resistir a ele. A experiência que ele tinha me proporcionava prazeres que eu jamais achei que experimentaria. E eu me sentia cada vez mais atraída por homens mais velhos.

Hoje, aos 27 anos, ainda me lembro daquela noite com muito carinho. Foi meu primeiro encontro com um homem mais velho, mas com certeza não foi o último. E toda vez que penso em Eduardo, sinto meu corpo se encher de desejo e minha bucetinha molhar. Sexo com homem mais velho é simplesmente delicioso e eu sou uma sortuda por ter vivido essa experiência tão prazerosa e inesquecível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima